Como voltar para dieta pós-quarentena

Como voltar para dieta pós-quarentena

Se você está lendo esse artigo é muito provável que você também saiu da dieta neste período de quarentena, né? E por que eu usei o “também”? Porque você não foi a única a abandonar sua rotina alimentar nesse período que passamos.

Na realidade a quarentena não acabou né? E muita gente ainda continuará trabalhando em casa por longos períodos. Ainda existem aquelas que tomaram o home office como a nova rotina e que perceberam que dá pra levar a vida profissional sem sair de casa, não é verdade?

Pois bem…dessa forma não temos como ficar empurrando com a barriga a nossa retomada aos velhos bons hábitos que tínhamos antes, né? Afinal, já se foram quatro meses de 2020 nessa nova rotina e o ano está voando e a gordurinha só acumulando. 

O primeiro ponto que eu quero chamar atenção para você é que esse “abandono da dieta” nesse período que vivemos está totalmente ligado às suas emoções. Os sentimentos de ansiedade, angústia levam ao que chamamos “Fome Emocional”, que é aquela fome de doces e alimentos não saudáveis mas que nos estabilizam emocionalmente, entende?

Acontece que como a quarentena foi se estendendo e os prazos foram extrapolando, junto dela veio a falta de controle dessa fome emocional, e ela passou a ser rotina na sua vida, o que está errado, e disso nós já sabemos. O importante é que você já tomou consciência disso e está aqui lendo esse artigo, dessa forma, não se julgue pelo mal comportamento alimentar que teve nesse período, apenas observe-o e aprenda com ele, ok?

Agora que você já tomou a consciência que o caminho estava errado, controle suas emoções, respire fundo sempre que vier o desejo que te tire do foco, medite e seja firme no seu propósito, afinal nossa saúde é o nosso bem maior, né? E o covid-19 veio aí para nos mostrar isso ainda mais nítido.

Pronto! Agora você já está consciente da necessidade da volta àquela rotina alimentar incrível que você tinha e você está sobre o controle de suas emoções. Chegou a hora de falar por fim, da alimentação em si.

Existem dois perfis de pessoas, aquelas que gostam e se dão melhor com uma dieta prescrita com todos os alimentos e possíveis substituições e que seguem piamente o que for orientado. E aquelas que não conseguem seguir um plano alimentar daquele jeito prescrito pelo nutricionista e acabam fugindo bastante do proposto.

Meu conselho é….para aquelas que gostam e preferem a dieta prescrita para seguir, procurem um nutricionista para que ele logo possa lhe prescrever o seu novo plano alimentar, não é aconselhável você voltar pro plano antigo pois a sua rotina é outra e pode não dar muito certo, ok? 

Já para aquelas que não se dão bem com as rotinas alimentares muito bem estabelecidas o mais indicado é ir abandonando o que você sabe que não te faz bem em excesso como açúcares, alimentos processados e etc. E ir incluindo cada vez mais alimentos leves, ricos em fibras e que são saudáveis em sua alimentação. Em conjunto, procure um profissional de nutrição que siga uma linha mais flexível e peça a ele que lhe ajude a entender os alimentos e como escolher os melhores em sua rotina alimentar.

Não existe uma fórmula mágica, não existe a melhor dieta, existe aquela que você consegue seguir. Então não se compare às suas amigas, procure o que lhe fará melhor. O importante é sair de onde estar e evoluir para um amanhã melhor que hoje.

Grande abraço do seu amigo Personal Trainer,

Victor Mattos

 

Deixe uma resposta